Imaginário Medieval, Fé e Superstição, Igreja e Misticismo
2007

Mercado Medieval de Óbidos, um verdadeiro mergulho na história.
O imaginário medieval em diálogo entre a Fé e a Superstição, entre a Igreja e o Misticismo pairou sobre a alcáçova e envolveu todos os que embarcaram na viagem do Mercado Medieval de 2007.
A entrada privilegiava o fantástico e a bela paisagem da Várzea da Rainha. A descida pela encosta do Mocharro, através da Ponte do Caminho que Cai, levou os visitantes ao local onde esteve instalado um antigo povoado medieval, cujo único vestígio é a igreja de Nossa Senhora do Carmo, antiga São João do Mocharro. Depois de séculos a confortar espiritualmente, desta vez foi o espaço de conforto de todos os nobres estômagos que participaram nas ceias medievais. Bem perto encontrava-se a Liça dos Feios Golpes, local onde os mais bravos homens demonstraram a sua destreza nas artes militares. A partir daí começava a explosão de cores e odores da mouraria e das primeiras tabernas. Ao entrar pela porta velha da cerca era o reboliço dos comerciantes e dos taberneiros. Até à Rua dos Mesteirais, os materiais tradicionais com antigos e novos ofícios surgiam misturados, criando um artesanato com história.
Pela rua circularam personagens, imagens de outros tempos e figuras provocadoras. Para que não acontecessem problemas, a justiça esteve vigilante e castigadora, na Praça das Justiças, para todos os que infringiram a ordem. Apesar disso, os visitantes souberam sobreviver ao medo, viver a arte e celebrar a festa da história no Pátio das Farsas.

Mais de 100 mil pessoas viveram a época medieval em Óbidos
“O mercado medieval alargou fronteiras físicas, cresceu para fora das muralhas, apostou forte na cenografia e na animação. O resultado está à vista: mais de 100 mil visitantes, sendo um número recorde desde a primeira edição, em 2002” descreveu Telmo Faria, Presidente da Câmara Municipal de Óbidos, na RIO, em 2007.
Bilhetes vendidos, convites distribuídos à população, pessoas trajadas à época, menores de 12 anos que não pagavam a entrada e entradas gratuitas a todos os munícipes às segundas-feiras fizeram com que o número, nesse ano, ultrapasse os 100 mil visitantes. À semelhança do ano 2006, houve uma grande quantidade de pessoas vestidas à época que interagiram com os cerca de 250 animadores, tasquinhas e visitantes. De acordo com a organização, a maior parte dos visitantes veio ao Mercado Medieval de Óbidos à noite, situação, de resto, notória nos espetáculos e concertos.
A Óbidos Patrimonium, E.M. destacou ainda o espírito de união que as coletividades do concelho de Óbidos demonstraram, participando tanto no sector da gastronomia, como na venda de artesanato e animação. Por tudo isto, visitantes, participantes e organização ficaram bastante satisfeitos com este verdadeiro mergulho na História. Uma situação que foi comprovada pelo inquérito levado a cabo pelo Observatório Social do Município e o qual a grande maioria dos inquiridos respondeu de forma muito positiva a todas as iniciativas relacionadas com o Mercado Medieval.

Descrição do espaço
Zona do Sul Castelo/Porta da Talhada: Torneios Medieval; Ceias Medievais com animação (Mocharro);
Gruta dos Musaranhos; 26 mercadores/artesãos
Cerca do Castelo: Acampamento castrense; Área de animação medieval; Exposição/demonstração de falcoaria; Passeios de pónei e de azininos; Exposição de armaria no Torre Albarrã; Zona de forca e instrumentos de tortura; 74 mercadores/artesãos.

Ata da Reunião Ordinária
“—- Mercado Medieval: A Câmara congratulou-se pela maneira como a empresa municipal Óbidos Patrimonium organizou mais uma edição do mercado medieval, que decorreu com muito exito e com elevado grau de satisfação dos muitos milhares de visitantes, bem como, das associações e juntas de freguesia que estiveram envolvidas no evento.———–“

Fontes
RIO – Revista Informativa de Óbidos – Maio | Agosto 2007
Tinta Fresca, Jornal de Arte, Cultura & Cidadania – 14 Julho 2007
Ata da Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Óbidos – 6 Agosto 2007

Todos os direitos reservados @ Município de Óbidos

Translate »