Na Corte dos Reis

Ergue-se a festa a El-Rei D. Dinis e a D. Isabel de Aragão, conhecida como a Rainha Santa, que por Terras de Óbidos estão a celebrar a sua recente união. A visita dará o mote ao Banquete Real, onde os comensais serão convidados d’ El Rey, assistindo às festividades e participando como séquito dos diferentes momentos que só a corte pode acompanhar.

* Inclui:
• Entrada no Mercado Medieval de óbidos
• Aluguer de Traje
• Participação no Cortejo
Participar no Milagre das Rosas
Lugar reservado no Torneio das Tréguas
Saudação aos Reis
• Banquete Real
Entrada em zona reservada dos Caminhos da Rainha

* Em caso de restrições alimentares contactar:
apoio.cliente@cm-obidos.pt

CAMINHOS DA RAINHA

Pelos caminhos percorridos pela Rainha Santa, muitos foram os necessitados, pobres e combalidos que a suserana socorreu. Desejada por todos, era um farol de esperança e compaixão, espalhando consolo e alívio por onde passava. As suas mãos curavam feridas e os seus gestos generosos aqueciam corações, conquistando o amor e a gratidão do povo.
Muitas foram as visitas a enfermos em várias gafarias espalhadas pelo país, similares à Confraria de São João do Mocharro, sempre dedicada à caridade e à devoção, estendendo as suas mãos aos famigerados e celebrando a fé com fervor e devoção, unindo os corações em amor fraterno e solidariedade.
Passava pelas granjas do povo, onde os animais da quinta deambulavam, e acudia aos mais necessitados em momentos de aflição.
Usava o entretenimento e destreza da arte da falcoaria, com aves treinadas para caçar e voar em desafio aos ventos, para distrair a tristeza. Pela sua vida, vários foram os momentos de disputa em que teve de intervir pelos campos de batalha onde se montava o Acampamento d’El-Rei, para apaziguar as hostes do confronto entre pai e filho ou entre irmãos.
A sua aura de santidade e o seu incansável empenho em aliviar o sofrimento alheio cimentaram o seu legado como uma verdadeira mãe dos desamparados, sendo recordada com veneração e admiração por todos os súbditos do reino.
Vinde viver a experiência pelos Caminhos da Rainha, recriando os seus passos e mergulhando na história viva do nosso reino.

* Inclui:
• Entrada no Mercado Medieval de Óbidos
• Acesso ao Acampamento Militar D’EL-Rey
• Acesso à Granja do Arrabalde
Acesso à Falcoaria
Acesso à Confraria de S. João do Mocharro

Aluguer de Trajes Medievais

Entre damas e nobres, cavaleiros, aias e escudeiros, mercadores ou servos feudais, frades e templários, bobos da corte ou outros jograis, no aluguer de trajes poderá encontrar mais de 500 indumentárias para escolher. O aluguer de trajes medievais é uma das experiências mais procuradas no Mercado Medieval de Óbidos, que permite ao visitante poder fazer parte do imaginário deste evento.

Associação Josefa de Óbidos
LOCAL: Espaço Ó (1º andar)
HORÁRIOS:
Domingo a quinta-feira: 11h00 - 00h00
Sexta-feira e sábado: 11h00 - 01h00
PREÇO: (>4 anos) - €7,50/dia
(necessária caução ou depósito de documento de identificação)

“uma das experiências mais procuradas”

Recinto

Torneios e Justas

Numa disputa que por estes dias medievais se alevanta entre as hostes de El-Rei D. Dinis e os defensores de seu filho Afonso IV, a Rainha Santa Isabel intervém para pôr termo a tamanho confronto entre pai e filho.
Os cavaleiros do reino dispõem-se a ajudar a dirimir o conflito na Liça: se ganharem os vassalos de El-Rei D. Dinis este escolherá quem o sucederá. Mas se vencerem os cavaleiros de D. Afonso IV, o trono cairá para dar lugar ao herdeiro. Esta é uma luta que só a Rainha Santa poderá terminar, na sua imensa misericórdia e ternura, num gesto de eterna aliança.

Que comece então o Torneio!

Recinto

Por ruas e travessas da velha cerca encontramos poiso nas mesas fartas, onde pratos de suculentas carnes e peixes, molhos e temperos, pães e enchidos se misturam com entremezes e enchem de saliva a boca perante os olhos atentos das gentes. Copos transbordam de vinho e cerveja para a festa rija e berros e gritos enchem o ar em pregões dos taberneiros do povoado.

``Está na hora da ceia e os convivas cedo chegam para matar a fome e viver a festa``

Translate »